Acupuntura ajuda a amenizar sintomas de lesões por esforço repetitivo

Acupuntura ajuda a amenizar sintomas de lesões por esforço repetitivo

Estudo publicado na revista Fisioterapia Brasil aponta que a técnica da Acupuntura pode trazer benefícios para pessoas com distúrbios osteomusculares (DORT) relacionados a LER (Lesão por Esforço Repetitivo).

O que é DORT?

O distúrbio osteomuscular relacionado ao trabalho é ocasionado por movimentos repetidos de qualquer parte do corpo que pode provocar lesões em tendões, músculos e articulações, principalmente dos membros superiores, ombros e pescoço. Ele acontece em decorrência de movimentos repetitivos ou de posturas inadequadas, resultando em dor. As vítimas mais comuns incluem os digitadores, datilógrafos, bancários, telefonistas e secretárias.

Sobre o estudo

Através de um método terapêutico combinado, que procura associar a acupuntura à cinesioterapia e é conhecido como Acupuntura Cinética (AC) ou cinesioacupuntura, o estudo multidisciplinar tem a vantagem da aplicação sincronizada destes dois procedimentos em uma só sessão.

A sessão é dividida em três fases: na primeira, o corpo é preparado para receber o estímulo fisioterapêutico, que inibe a dor. Num segundo momento, a Cinesioterapia é aplicada com o intuito de promover um efeito potencializador e sinérgico. A terceira etapa é a manutenção do resultado terapêutico, “mediante estímulo (acupuntura) de ação prolongada, através da microacupuntura (agulhas e sementes), que melhora o sistema musculoesquelético (SME)”. Os efeitos são a diminuição do quadro, o relaxamento muscular, a redução do bloqueio fibrótico e a reintegração do sistema neuromotor e emocional.

“Foram tratados 37 pacientes com lesões provenientes do DORT/ LER (síndrome do túnel do carpo, cotovelo do tenista, dedo em gatilho, cervicobraquialgia e ombralgia), sendo 28 mulheres e 9 homens (idade entre 28 a 75 anos), com atividades ocupacionais diversas. Os parâmetros de avaliação foram: a) a intensidade da dor (ID), através do método de Escala Visual Analógica (EVA); b) a melhora da dor (MD); c) a mobilidade funcional (MF); e d) a satisfação terapêutica em relação às atividades físicas do trabalho pela Escala de Avaliação Numérica (EAN). A parte emocional destes pacientes foi pesquisada pela Avaliação Psicológica de Kubler-Ross Modificada (APKRM)”, afirma o estudo.

Resultados

O estudo indica que a maioria dos pacientes pesquisados obteve melhoras significativas, aumentando sua capacidade de integração, diminuindo a negação à doença e aliviando a depressão.

"Apesar da amostragem limitada, pode-se sugerir através desse trabalho preliminar que a Acupuntura Cinética possui eficácia, não somente como recurso natural de reabilitação, mas também como meio para evitar as possíveis recidivas do quadro álgico. A dor é o principal fator limitante durante a realização das atividades profissionais, diminuindo a qualidade de vida, e também no que se refere ao estado emocional do portador de DORT/LER.”

Autor: Senna-Fernandes, Vasco; Santos-Filho, Daisy França, Sebastião D; Cortez, Célia; Bernardo-Filho, Mário; Guimarães, Marco Antônio.

Fonte: http://bases.bireme.br/cgi-bin/wxislind.exe/iah/online/

Atendemos a domicílio no conforto de sua residência, ligue agora e agende sua consulta:
(75) 3335.2290 ou (75) 98306.7689

Obs.: Os valores podem variar dependendo da localidade, ligue e consulte.

Comente isso! Comentar

  • Não existem comentários ainda, clique em comentar e seja o primeiro!